Escolha uma Página
21 KPI que todo dono de e-commerce precisa entender

21 KPI que todo dono de e-commerce precisa entender

Os KPI (Key Perfomance Indicator) são os indicadores-chave de desempenho que balizam todo projeto de e-commerce de sucesso. Uma vez que entende-se esses dados, seu negócio adquire o potencial de fazer performances cada vez mais rentáveis, possibilitando o aprimoramento de pontos específicos da sua estratégia de marketing. Através dos KPI é possível quantificar seus desempenhos e assim adaptar os pontos específicos que precisam de ajustes, assim como identificar aqueles que já estão dando bons resultados e merecem um maior investimento de empenho, demonstrando de maneira mais precisa a efetividade das ações.

Para obter um bom retorno, é imprescindível incluir a análise desses indicadores em seus planejamentos e ações, pois são os KPI que demonstram os resultados das ações de marketing necessárias para fazer um monitoramento e atualização efetiva de planejamento. Apesar de serem mais precisos, é importante que esse monitoramento seja feito constantemente, devido ao caráter flutuante do comércio online. A medição constante do impacto dessas ações é a maneira que a empresa tem de se aproximar das necessidades e padrão de comportamento dos consumidores, que é o que realmente determina os bons resultados do seu negócio.

Consideramos os KPI listados a baixo os mais essenciais para uma análise assertiva capaz de garantir uma entrega de resultados satisfatória para os negócios de e-commerce:

  1. Visitantes únicos;
  2. Total de visitas;
  3. Visualizações de página;
  4. Novos visitantes;
  5. Novos clientes;
  6. Total de pedidos (por dia, semana, mês);
  7. Tempo por visita;
  8. Exibições de página por visita;
  9. Checkout abandonado;
  10. Abandono do carrinho;
  11. Taxa de retorno;
  12. Margem bruta;
  13. Casos abertos para atendimento ao cliente;
  14. Custo por aquisição;
  15. Custo por total de conversões;
  16. Valor médio do pedido (quanto um cliente gasta por pedido);
  17. Facebook: “falando sobre isso” e novas curtidas;
  18. Twitter: retweets e novos seguidores;
  19. Tempo de resposta do pedido;
  20. Emails (aberto, clique e taxas de conversão);
  21. Fontes de referência (porcentagem de pesquisa, direto, e-mail, valor pago por clique);